Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Peixes

Tanques para criação de peixes

tanques para criação

Os tanques de terra são mais indicados para a criação de peixes no sistema intensivo e semi-intensivo e os tanques de alvenaria, para a criação no sistema superintensivo.

Na piscicultura brasileira, os criatórios de peixes são conhecidos como tanques para criação ou viveiros. Quando pequenos, os criatórios são chamados de tanques, podendo ser construídos de alvenaria, rede de aço galvanizado, termoplástico ou fibras de vidro. Em maiores dimensões, os criatórios são chamados de viveiros, escavados na terra.

Segundo o professor especialista José Eduardo Aracena Rasguido, do Curso CPT Criação de Peixes, o total de tanques para a criação de peixes depende do volume de produção do criatório. Para isso, o piscicultor deverá ser bem criterioso, porque se optar por um número muito grande de tanques, seus custos serão muito altos. Por isso, deve sempre haver equilíbrio e cautela para a instalação e construção dos tanques e/ou viveiros.

Se o piscicultor quiser representar o habitat natural dos peixes, os tanques de terra são a melhor opção. Embora tenham menor custo, os tanques escavados na terra requerem maiores cuidados em relação à manutenção e a reparos frequentes.

Em geral, esses tanques devem apresentar uma inclinação de 45° e suas bordas devem ser gramadas para evitar desmoronamentos. Os piscicultores brasileiros adotam esse tipo de tanque para a criação de peixes no sistema intensivo e semi-intensivo.

Quanto aos tanques construídos de alvenaria, estes requerem maior investimento inicial, mas possuem maior durabilidade e não são exigentes em manutenção. Suas paredes são cobertas por tijolos revestidos por argamassa.

Mas é importante que o fundo desses tanques tenha terra e que sua inclinação seja de 30°. Tais detalhes só agregam vantagens ao piscicultor, pois diminuem os seus gastos no futuro. Os tanques de alvenaria são mais indicados para a criação de peixes no sistema superintensivo.

Já os tanques construídos de concreto, cimento amianto, fibras de vidro ou termoplásticos são mais adequados para a criação de larvas de peixes ou alevinos (larvicultura), pois o isolamento e a durabilidade são melhores do que os tanques de alvenaria.

Pensando na contenção de gastos, os piscicultores devem fazer o abastecimento dos tanques por meio da gravidade. Nesse sistema, a água pode passar por canais naturais ou canais construídos de alvenaria, ou ainda por tubos de fibrocimento (meia-cana).

Para otimizar o escoamento da água dos tanques, todo o sistema deve ser dimensionado de forma precisa e correta, para potencializar a oxigenação da água, bem como permitir uma boa drenagem (monge).

O melhor procedimento para o escoamento da água é drenar a água do fundo do tanque (pouco oxigênio). Dessa forma, larvas e microrganismos planctônicos serão preservados.

(Fonte: Cursos CPT)


Água e Consumo: a sua loja para reservatórios de água, tanques pipa e piscicultura.