5 dicas para evitar quilometragem adulterada

Quilometragem adulterada pode se tornar uma grande dor de cabeça para os motoristas que compram caminhões usados.

Muitas vezes eles são enganados e acabam pagando caro pelo produto.
Sabemos que não é tão simples identificar a adulteração, mas, com a ajuda do Blog da Iveco será mais fácil descobrir se você está sendo enganado na hora da compra. Veja:
1) Exija o manual
Nele você vai encontrar o histórico de manutenção, todas as revisões que já foram feitas com as datas e com qual quilometragem. Se o caminhão não tiver manual o ideal é não compra-lo.
2) Confira as trocas de óleo
O caminhão não veio com manual? Então verifique a quilometragem e a data da última troca de óleo localizadas na etiqueta colada no para-brisas. Muitas pessoas alteram a quilometragem mas se esquecem da etiqueta de óleo.
3) Verifique a situação dos pneus
Se eles estiverem carecas indicam que a quilometragem é superior a 40 mil km. Se os pneus estiverem novos, o caminhão deve ter até 10 mil Km ou acima de 40 mil km.
4) Veja se a embreagem foi trocada
Amortecedores e embreagens substitutos indicam quilometragem superior a 60 mil km. Fique atento!
5) Compare sinistros e vistorias
Verifique qual seguro o antigo proprietário usava. Aproveite e faça uma cotação com a mesma companhia e investigue se aconteceu algum sinistro ou vistoria no caminhão. Se a companhia responder positivamente, peça a quilometragem do sinistro ou da última vistoria.
(Fonte: Blog da Iveco)

Não deixe de conferir os produtos da Casa Vinilona: http://www.casavinilona.com.br/
Lonas para caminhões, lonas industriais, para barracas de feiras e outras finalidades.

Post Relacionados