Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Negócios

Publicidade gera milhões em renda nas comunidades

Publicidade gera milhões em renda nas favelas

Todo empresário sonha realizar uma publicidade de sucesso com seu público.

O dono de uma loja quer falar a mesma língua e se comunicar bem com músicos e artistas. A dona de uma loja de cosméticos quer sempre se comunicar bem com as freguesas que consomem seus produtos. Um dono de mercado que se comunicar da melhor maneira possível com aqueles que consomem seus produtos;

E a lógica segue essa para todos os ramos, sem exceção.

Porém, ao invés de focar num número grande de pessoas de diferentes cidades e regiões, você (como empresário, dono de um negócio) já parou para pensar na importância de se comunicar com as pessoas de seu bairro?

As leis da publicidade e propaganda dizem que a questão não é se comunicar com o maior número de pessoas, mas com as pessoas certas.

Publicidade como renda

Um caso interessante aconteceu com uma empreendedora de São Paulo, que decidiu investir em favelas.

Através de um negócio chamado “Outdoor Social”, ela já conseguiu um volume de 2,5 milhões de reais em renda para moradores de favelas por todo o país.

O ponto crucial do negócio dessa empreendedora é divulgar publicidade em outdoors pelas comunidades como forma de comunicar com a população que vive ali, exclusivamente ali.

Além disso, são os próprios moradores das favelas quem participam de toda a operação e ganham por isso.

Comunicação é a alma do negócio

O segredo é focar num público específico, e não querer dar tiro para todos os lados. Isso, ao invés de ajudar, pode ser prejudicial para o seu comércio. O importante é não perder o foco.

Existem diversas formas de atrair o público, mas a primordial é ter uma comunicação visual de qualidade, afinal se a primeira impressão é a que fica, você vai querer fazer bonito. Invista em produtos de qualidade comprando com segurança na Loja Sansuy.

Para a empreendedora do “Outdoor Social”, “o mercado publicitário precisa falar com as classes C, D e E, [porém acaba escolhendo] investir em empresas estabelecidas de mídia, coloca um anúncio no trem ou numa grande rodovia, por exemplo. Nossa proposta é ir dentro da periferia, valorizar aquele espaço da cidade.

A ideia é pegar um pedaço pequeno desse orçamento e colocar na mão do público-alvo, gerando renda e identificação da campanha com essas pessoas”, explica a idealizadora do projeto, Emilia Rabello.

A importância de focar num público próximo a você

Quando você acaba trazendo o seu negócio para mais perto daqueles que vivem em sua região, ou em seu bairro, você acaba fazendo dos moradores de sua localidade uma grande força motriz.

No caso de se fazer publicidade em favelas, por exemplo, além dos lucros, há também um ganho em termos de valorização do espaço físico.

O ato de levar a publicidade, o capitalismo, às pessoas marginalizadas de uma favela onde nem mesmo a polícia entra, é quebrar barreiras e abrir espaço para que mais e mais pessoas se incluam na roda.

A concepção da ideia nas favelas

Emília Rabello pensou em criar o “Outdoor Social” quando uma amiga pediu a ela que levasse a publicidade para dentro da favela em que morava, na cidade do Rio de Janeiro. Porém, a falta de segurança no local impedia que um carro de som atuasse livre pela comunidade.

Foi aí que Rabello pensou nessa proposta do “Outdoor Social”. Hoje, ela conta com 20 funcionários fixos, 150 coordenadores e gera renda para 30 mil moradores, mobilizando 2,5 milhões reais. Além disso, o projeto “Outdoor Social” marca presença em todos os Estados do país, sem exceção.

Em 2016, o faturamento do “Outdoor Social” foi de 3,5 milhões de reais. Mas as coisas não param por aí. Agora em 2017, a expectativa é de fazer o faturamento chegar à casa dos 10 milhões de reais.

E você? Já pensou em fazer do seu bairro uma extensão da sua empresa?

Continue lendo em nosso blog e descubra uma forma inteligente de usar sua lona.

Powered by Rock Convert