Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Mercado

Lona para tanque aumenta seu lucro

A água é um bem essencial para a prática da piscicultura, e merece uma atenção especial. Água saudável e prática eficiente beneficia o criadouro, o que acaba auxiliando na criação dos peixes. Para isso, aqui uma das formas de tornar a piscicultura mais rentável: uso de lona nas piscinas.

O uso de lona plástica nos tanques onde se cria os peixes é uma das formas que mais beneficia a piscicultora (e que por isso caiu na graça dos piscicultores). Isso já foi comprovado que gera reações positivas inclusive no lucro.

Para isso, o importante é sempre optar por lonas de boa qualidade. Compre aqui sua lona e invista na sua criação.

Atente-se ao fato de que lonas de qualidade nem sempre necessitam de ser as mais caras. Longe disso. Lonas impermeáveis, produzidas em polietileno e com tratamento para raios ultravioletas já costumam ser eficientes na piscicultura!

Vantagens do uso da lona

Entre as várias vantagens do uso de lona para a piscicultura podemos mencionar a facilidade na troca de água, já que a lona não retém impurezas que prejudicam os peixes.

A facilidade na aeração da água, o que significa que a lona auxilia no processo de pôr a água em contato com o oxigênio, eliminando, assim, agentes prejudiciais à saúde do criadouro.

E claro, desenvolvimento mais rápido do criadouro, já que a lona, por beneficiar a aeração, garante o desenvolvimento dos peixes num menor período de tempo.

Fica aí a dica aos piscicultores!

Dicas para uma boa prática de piscicultura

A quantidade de água em seu tanque dependerá do tipo de peixes. Se a qualidade for baixa do exigido pela espécie, pode haver problemas de crescimento e até de engorda;

Águas de nascente são as mais recomendadas na piscicultura, por causa de sua qualidade superior;

Cuidado ao utilizar água de rios ou riachos, fique atento com possíveis problemas de poluição;

Nunca utilize água de poço na piscicultura, esse tipo de água geralmente é pobre em oxigênio;

Preze sempre pela qualidade da água, mantendo-a limpa e higienizada; lembre-se: água saudável é sinônimo de criadouro saudável;

O terreno utilizado na piscicultura não deve ser nem muito inclinado nem muito plano, busque equilíbrio! Além do mais, opte por terrenos argilosos para evitar possíveis problemas de infiltração;

É sempre bom ter tanques providos de ladrão (cano para saída do excesso de água), pois assim você evita problemas de enxurrada e assoreamento;

O tanque não deve ser nem muito pequeno nem muito grande (1.000 m² costuma ser um bom tamanho);

Para bom desenvolvimento dos peixes, cuidado com a temperatura da água; por exemplo, algumas espécies tropicais, como pacu e tambaqui, necessitam de temperatura entre 20º e 27º C;

É preferível que o criadouro esteja em uma área onde ocorra incidência de luz natural (luz solar contribui para a prática da piscicultura);

E lembre-se, não se esqueça de utilizar lona no tanque. O uso de lona contribui significantemente e pode render bons lucros para o seu negócio!

Gostou das nossas dicas? Continue lendo sobre questões importantes da piscicultura.

Powered by Rock Convert