Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Mercado

Índices de conversão alimentar na aquicultura: O que são? Como melhorá-las?

Se você já se interessou por nutrição, pelo menos um pouco, então, rapidamente entenderá as taxas de conversão alimentar na aquicultura, também conhecida como índices de conversão alimentar (CA).

Não vamos fazer longas comparações, mas, basicamente falando, você prefere comer mais ou comer bem?

Se, no almoço, tiver que escolher entre um prato de macarrão integral, feijão e peito de frango grelhado, e 5 pães com queijo e presunto, qual escolherá?

Vou ainda mais longe. Qual será melhor para você, para a sua saúde e para o seu organismo?

A refeição completa tem muito mais nutrientes do que os pães, mesmo que o segundo esteja em maior quantidade e pareça que satisfará mais.

Só que, se você for fazer uma comparação, a digestão dos pães será feita com muito mais facilidade do que a da refeição, pois os pães não têm muitos nutrientes e, por isso, a maior parte não será utilizada.

E qual a relação disso com as taxas de conversão alimentar na aquicultura?

Continua lendo!

O que são os índices de conversão alimentar na aquicultura?

O que são os índices de conversão alimentar na aquicultura?

Essas taxas de conversão representam a relação entre a ração dada ao animal e o ganho de peso desse animal.

A ideia é utilizar esse índice, essa taxa, para poder medir a eficiência na utilização dos alimentos.

E o que é a eficiência?

É a menor quantidade de ração dada para os maiores resultados.

Ou seja, é você dar pouca ração e ainda assim o animal ganhar muito peso.

É importante dizer que os índices de conversão alimentar podem variar de acordo com muitos fatores como:
– Espécie;
– Qualidade da água;
– Qualidade da ração;
– Técnicas de alimentação;
– Sistemas de produção;

Como o CA pode ser calculado?

Ele é calculado pela divisão entre o total de ração utilizada em uma unidade de produção pela produção líquida das espécies cultivadas.

Como melhorar os índices de conversão alimentar na aquicultura?

Como melhorar os índices de conversão alimentar?

É bem verdade que a alimentação está entre os maiores custos de uma fazenda.

E, uma maneira de resolver isso ou, pelo menos, diminuir os gastos nesse fator, é melhorando e aumentando as taxas de conversão alimentar na aquicultura.

Sabe a relação entre a refeição e os pães?

Então, acontece da mesma maneira com as rações que os aquicultores utilizam em suas produções.

Levando em consideração o que você aprendeu sobre a qualidade da água e a relação com a criação e morte dos peixes nos artigos anteriores, será que é melhor escolher uma ração de qualidade ou uma ração barata que gere maior quantidade?

Lembre-se, uma ração barata não gera somente maior quantidade de refeições, ela também gera maior quantidade de excreções, o que impacta diretamente na qualidade da água.

E o que melhora os índices de conversão alimentar na aquicultura?

– Probióticos

Como já deve saber, os peixes não comerão toda a ração que lhes for dada. Sempre sobrará alguns restinhos e as bactérias probióticas comerão esse resto.

O que acontece a partir daí?

Os peixes comem essas bactérias fazendo com que o desperdício de alimentos seja quase zero.

Os probióticos também ajudam a regular o intestino, aumentando a função metabólica e a digestão de nutrientes, fazendo com que o organismo dos animais trabalhem com maior eficiência.

A qualidade da água também aumenta com a presença dessas bactérias e isso faz com que o ganho de peso dos animais seja maior.

Por que?

Porque eles não precisarão gastar energia lutando contra doenças e nem com a má qualidade da água.

Colocar probióticos é, sem sombra de dúvidas, a principal ação que você pode tomar no momento.

Mas, não é a única. Aumente a qualidade da sua ração para diminuir a quantidade de ração gasta, pois os peixes ficarão mais saciados.

Conheça a nossa loja de fábrica: www.aguaeconsumo.com.br

Fontes:
http://keetonaqua.com/improve-feed-conversion-rates-aquaculture/
http://www.aqua-techna.com/en/productivity/experts/feed-conversion-ratio-farmed-fish
http://www.snatural.com.br/Aquicultura-Producao-Intensiva.html