Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Peixes

A importância do monitoramento e manejo da qualidade da água na piscicultura

Importância da qualidade da água

A piscicultura é uma atividade que cresce a cada ano no Brasil. Essa prática tem como objetivo a criação de peixes, plantas e moluscos aquáticos, o que além de ser uma excelente fonte de renda para os criadores, é uma alternativa para a pesca comercial, pois não causa grandes impactos ambientais. Porém, a criação de peixes em cativeiro para o consumo e venda exige alguns cuidados, principalmente quanto a qualidade da água, que no caso da piscicultura, é a principal matéria prima do processo.

Visite a loja de fábrica Sansuy, clique aqui. 

Monitoramento da qualidade da água

A utilização de rações, fertilizantes, excretas dos organismos e outras práticas utilizadas nestes sistemas de produção, associados a técnicas inadequadas de manejo, acabam gerando impactos nos ambientes aquáticos, o que causa prejuízo direto na saúde dos peixes.

Para evitar isso, é importante que o piscicultor saiba cuidar da água dos tanques de criação para que o peixe alcance um bom índice de crescimento, ganhando peso e reduzindo o tempo de cultivo.

O monitoramento constante é fundamental para garantir que os peixes tenham, além de uma alimentação adequada, uma água de boa qualidade que esteja em condições de suportar a biomassa existente no tanque ou no açude.

Fatores que interferem na qualidade da água

Importante ter em mente que a perda do equilíbrio do ecossistema aquático significa diminuição de produtividade e consequente prejuízo para o piscicultor.

É fundamental que o profissional responsável conheça as características físicas, químicas e biológicas da água. Os parâmetros fundamentais no controle da qualidade da água em piscicultura, normalmente, são os seguintes:

  • Temperatura: todas as atividades fisiológicas dos peixes (respiração, digestão, excreção, alimentação, movimentos) estão ligadas à temperatura da água. Para piscicultura tropical a faixa ideal de temperatura para o cultivo está entre 26 e 30 °C. É necessário manter um monitoramento rígido desse aspecto. As medições devem ser feitas regularmente, à sombra e a temperatura deve ser medida em várias profundidades para determinar a diferença entre a superfície e o fundo.
  • Transparência: indica a que profundidade a luz penetra na coluna d’água. O raio de sol é a fonte de energia essencial para todos os seres vivos, especialmente para as plantas cIorofiladas que produzem oxigênio através da fotossíntese. Se a transparência está reduzida, significa que a luz está penetrando poucos centímetros na água, não provendo calor e condições necessários ao desenvolvimento do fitoplâncton que está diretamente ligado à produção de oxigênio.
  • Oxigênio dissolvido: a quantidade de oxigênio é considerada a variável mais crítica de qualidade de água, sendo medido em miligrama por litro (). Fontes de águas desprovidas de oxigênio são resultantes de algum tipo de poluição (orgânica ou química). A incorporação de oxigênio dissolvido na água ocorre através do ar atmosférico e pela fotossíntese do fitoplâncton.
  • pH da água: medição do grau de acidez da água. Para produção de peixes, os valores mais adequados estão na faixa de 6,5 a 8,0. Os principais fatores determinantes do pH são o dióxido de carbono e a concentração de sais em solução. Se forem encontrados valores entre 20 e 300 de alcalinidade na água, isso indica boas quantidades de sais minerais que favorecem a piscicultura orgânica (ajudam na formação do Plâncton).
  • Amônia: a presença de amônia na água é proveniente da composição da matéria orgânica, ração, excrementos, entre outros. O excesso de amônia pode ser letal para os peixes e é necessário medir seu nível com frequência. A toxidez da amônia ocorre quando a concentração do oxigênio é baixa e do CO² é alta. O valor ideal é menor que 0,1

Além dos fatores citados, há outros que interferem na qualidade da água e no resultado da criação de peixes.

A piscicultura requer conhecimentos específicos para garantir sua manutenção e produtividade. Cuidados com fatores que interferem diretamente na qualidade da água e saúde dos peixes como os citados acima, são de fácil monitoramento e responsabilidade total do produtor.

Garanta o aumento da sua produtividade e da qualidade do seu produto. Se houver necessidade de análise especializada e consultoria ambiental, entre em contato com a Solaris, nossos profissionais estão a sua disposição.

(Fonte: Consultoria Solaris17


Água e Consumo: a sua loja para reservatórios de água, tanques pipa e piscicultura.