Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Peixes

Importância da alimentação dos peixes

importancia-alimentacao-peixes

Deseja ter sucesso na produção de peixes? Invista e capriche na alimentação.

O desenvolvimento da criação precisa desse cuidado e, você como um produtor, deve priorizar a saúde do animal para aumentar seu lucro.

Mas antes de tudo, conheça a os hábitos do animal que está criando e programe-se. Um cultivo intenso de peixes demanda que 70% dos custos sejam revertidos para a alimentação.

Sucesso com a alimentação

Você pode utilizar ração balanceada ou subprodutos agrícolas para a engorda. A quantidade depende dos tipos e tamanho dos peixes, dos tanques ou viveiros e do sistema de criação.

A qualidade da água (que envolve tratamento e temperatura) também influencia.

A temperatura interfere a partir do momento que cai, fazendo com que os peixes tenham o metabolismo reduzido e o apetite controlado.

O peso vivo da espécie é outro fator. Quando alcança a vida adulta, os hábitos do peixe devem mudar. Junto com eles, a quantidade de ração e proteínas fornecidas.

A necessidade de ração é de 3-5% da biomassa dividida em duas refeições durante 5 dias, ou mais, da semana. Lembre de regrar os horários.

Sucesso com a nutrição

Há uma quantidade proteico-energética necessária para cada ser. Alguns carecem de mais vitaminas, outros mais minerais, mas todos devem ser criados com materiais de qualidade. Para adquirir o seu, viste aqui o site da Loja Sansuy e compre com segurança.

A seguir, uma relação da atuação e relevância dos concentrados.

Proteicos

As proteínas são componentes de extrema necessidade para o organismo animal.

Elas são responsáveis por enzimas e hormônios. Também pela parte que corresponde ao crescimento e ao tecido (65 a 75% da matéria seca).

Fique atento ao equilíbrio entre proteína e energia. Mantenha os níveis de fontes não proteicas, lipídios e carboidratos.

A necessidade é de 1 a 1,5 g proteína/kg de peso vivo/dia.

Energéticos

A melhor fonte encontra-se nos lipídios. Na sequência, proteína e carboidratos.

Os lipídios transportam as vitaminas lipossolúveis A, D, E e K. Eles são fonte de ácidos graxos essenciais (AGE).

Recomenda-se que sejam empregados de 10 a 20% de lipídios nas dietas.

Leia mais sobre a importância da qualidade da água.