Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Feirante

Guia completo de dicas de empreendedorismo para feirantes

Atuar como feirante é uma excelente oportunidade para começar um novo negócio. A venda de produtos nessas realizações traz diversas possibilidades de crescimento e lucro. Com as dicas certas de empreendedorismo, há como aproveitar essas condições ao máximo.

Antes de seguir por esse caminho, é fundamental entender as principais necessidades para concretizar sua participação. De permissões dos órgãos públicos a elementos essenciais para começar a atividade, há alguns pontos que precisam ser conhecidos.

Na sequência, descubra como empreender nesse ramo e veja tudo o que é importante para a atuação ser um sucesso.

Quando investir em um negócio novo

Uma das dicas de empreendedorismo mais relevantes consiste em entender quando é o momento certo de apostar em uma alternativa inédita. No caso de se tornar um feirante, é preciso considerar alguns aspectos para não perder o timing e maximizar as oportunidades. Na sequência, veja quando investir em um negócio inédito e saiba analisar o cenário.

Verifique se conhece o mercado

Em primeiro lugar, é necessário entender se você tem conhecimento sobre a área na qual pretende atuar. No caso de ser um feirante, reconheça questões como o padrão de consumo imposto pelas pessoas, o lucro estimado, as melhores possibilidades e as exigências.

Com este guia, você terá as principais respostas. Ao mesmo tempo, é preciso ter atenção às condições locais. Pense como anda o mercado para os feirantes em sua cidade ou região e verifique se a oportunidade é, de fato, vantajosa.

Avalie as possibilidades de atividade

Inclusive, isso leva à necessidade de compreender como anda o aquecimento do mercado. Trata-se de algo importante porque é essencial contar com uma boa demanda e alternativas adequadas de atuação.

Pense, por exemplo, se o seu bairro, sua cidade ou sua região têm feiras fixas e com boas oportunidades. Também é preciso refletir sobre a possibilidade de realização de eventos sazonais, nos quais a atuação com a barraca possa gerar bons resultados financeiros.

Verifique, então, se existe a demanda para os itens que pretende vender. Se a intenção é comercializar orgânicos, é essencial que os consumidores tenham interesse em adquirir esse tipo de alimento.

Confira se tem a disponibilidade de investimento

Outra dica de empreendedorismo para feirantes iniciantes é sobre o investimento. Ainda que seja mais barato inaugurar uma barraca do que uma loja, continua sendo necessário direcionar uma quantidade adequada de recursos. Então, é a hora de verificar se você tem essa disponibilidade.

O ideal é já ter o montante pronto para ser aplicado na criação do negócio. Se isso não for possível, é preciso ter acesso a linhas de crédito, como empréstimos com amigos e parentes ou financiamento no banco. O importante é dispor do valor necessário para se manter nas primeiras semanas, pois é isso que ajuda a garantir a continuidade no mercado.

Planeje a forma de atuação

Em seguida, é a hora de pensar em que tipo de feirante você será. Algumas pessoas utilizam essa modalidade como uma forma de complementar a renda. Participar de feiras nos finais de semana e feriados, por exemplo, é um jeito de conciliar o trabalho fixo com a atividade.

Por outro lado, a maioria tem essa possibilidade como renda principal. Nesse caso, tenha a certeza de que tem a disponibilidade para se dedicar a uma jornada completa nas feiras.

Pense, ainda, em questões como ofertas que serão realizadas, abordagem de vendas e a proposta de valor — ou seja, o seu diferencial. Nesse sentido, fica mais fácil saber se está pronto para encarar o caminho.

Pondere as responsabilidades e exigências

Por fim, é o momento de analisar o que esse novo negócio requer de você. Ser um feirante de frutas, por exemplo, traz responsabilidades sobre a escolha de fornecedores, o atendimento das pessoas e a garantia de uma boa experiência. É preciso cuidar para que tudo saia como o previsto. Do contrário, o êxito não é atingido.

Além do mais, a operação tem que ser legal e autorizada. Nesse sentido, veja se você está preparado para encarar tais exigências burocráticas, de modo a evitar surpresas desagradáveis.

O que é preciso para ser um feirante

As dicas de empreendedorismo também incluem aquilo que é necessário para começar a atuar como feirante. Ter a estrutura correta, bem como os processos já planejados, é determinante para que a atividade seja colocada em prática o mais rápido possível.

Se você ainda tem dúvidas sobre como começar, veja quais são os elementos que exigem a sua atenção.

Planejamento

Não existe negócio de sucesso sem um bom plano. Para ser feirante, isso não é diferente. Então, é essencial elaborar um planejamento completo para a sua atuação no bairro ou na cidade.

Defina, por exemplo, que tipo de público deseja atingir, a margem de lucro para as suas vendas, a forma de atendimento e outros detalhes operacionais. Não se esqueça de dar um nome para a barraca e de pensar na construção de uma marca para sair à frente dos concorrentes.

Barraca

Partindo para o plano de ação, é essencial dispor de uma boa barraca. Isso depende de vários fatores, e a capacidade de investimento é o principal. A partir do dinheiro que você possui, defina questões como o material e o tamanho da barraca. Na hora da decisão, considere, ainda, o tipo de público, o espaço disponível, a montagem e o transporte.

Depois de definir os elementos referentes ao corpo, planeje a cobertura. É essencial que os produtos fiquem abrigados e que os clientes tenham uma boa experiência. Nesse sentido, é indispensável contar com uma boa lona de feira. Além de ser resistente e impermeável, ela deve ser da cor certa para combinar com a sua atuação.

Mix de produtos

Em seguida, pense nos itens que serão apresentados para os clientes. Para não errar, comece considerando quem é o público de interesse, seu padrão de consumo e principais necessidades. Um mercado consumidor que está em busca de uma alimentação muito saudável, provavelmente, estará disposto a comprar orgânicos, por exemplo.

Não se esqueça de definir o mix de produtos. Caso vá vender frutas, pense em separar as melhores da estação e/ou as mais procuradas. Já se o foco for a alimentação natural, traga também verduras, hortaliças, legumes e assim por diante.

Uma das dicas de empreendedorismo é equilibrar as exigências dos clientes com a disponibilidade de ofertas. Desse jeito, é possível definir um mix completo e variado, mas que não seja grande demais.

Fornecedores

Para ser um feirante, você também precisa contar com bons fornecedores. Para conquistar a preferência dos clientes, esse aspecto ajuda a garantir qualidade, diferenciação e satisfação.

Então, faça uma pesquisa para encontrar os fornecedores adequados. Em algumas cidades, dá para recorrer a um centro de abastecimento. Em outras, o melhor é buscar produtores locais conhecidos e até certificados. O ideal é identificar a procedência para ter a garantia da oferta adequada.

É muito importante fazer bons contratos e negociações. Desse jeito, você consegue aumentar a margem de lucro sem sacrificar o preço ou a qualidade.

Local de atuação

Para finalizar, é preciso ter um lugar para a sua barraca. Nesse caso, o ideal é fazer um levantamento das feiras na cidade e identificar quais são as possibilidades adequadas para a sua atuação.

Depois, procure os responsáveis para definir como é feita a participação. Algumas realizações exigem apenas um cadastro, enquanto outras requerem uma qualificação mais completa. Após a finalização dessa etapa, é possível atuar no ponto adequado e atrair e converter os clientes.

Como o feirante pode se diferenciar dos concorrentes

Para conquistar o êxito na profissão, é importante conseguir chamar a atenção em relação aos concorrentes. Se a sua barra for apenas mais uma na feira, muitas pessoas nem considerarão fazer a compra em seu negócio.

Para mudar esse jogo, algumas dicas de empreendedorismo fazem toda a diferença. A seguir, veja quais são os pontos que merecem a sua atenção!

Cuide da apresentação

Para conquistar o interesse e a atenção das pessoas, é muito importante ter uma apresentação de qualidade e que se destaque. Isso começa pela escolha da barraca, que deve ter uma lona adequada e estar totalmente organizada.

Quanto à disposição dos produtos, a criatividade é bem-vinda. É possível apresentá-los de acordo com as cores, formas e tamanhos, por exemplo. Também vale a pena trazer elementos criativos e que chamam a atenção de quem comparece ao lugar. Dessa maneira, os compradores em potencial vão se interessar em conhecer o que está à venda.

Ofereça a máxima qualidade de produtos

Depois do primeiro contato, os consumidores devem ser convencidos de que a compra é um bom negócio. Uma das dicas de empreendedorismo para garantir isso é por meio da grande qualidade.

Oferecer produtos que os concorrentes não têm ou trazer características superiores pode ser o que fará com que as pessoas digam “sim” para a sua barraca. É por isso que a escolha dos fornecedores é tão importante e deve ser criteriosa. Afinal, na hora das compras, as características dos produtos fazem a diferença.

Trabalhe o valor agregado

Muitos feirantes iniciantes acham que devem se destacar da concorrência pelo preço. Como resultado, cobram mais barato e diminuem (ou perdem) a margem de lucro. Para piorar, preços baixos demais podem transmitir a mensagem errada para os clientes.

Para que essas situações não se concretizem, é melhor focar o valor agregado. Demonstre, por exemplo, o custo-benefício de uma promoção ou explique quão benéfico é o consumo de um determinado produto. Desse jeito, você consegue agregar valor ao que vende, o que garante um grande destaque em relação à concorrência.

Capriche no atendimento

A forma como os consumidores são tratados é determinante para o sucesso da sua atuação. Um atendimento desanimado ou mesmo pouco simpático faz com que os frequentadores prefiram a concorrência. Por outro lado, uma abordagem personalizada, carismática e até divertida ajuda a sua barraca a atrair muito mais olhares.

Por isso, é importante se preparar para encantar o público. Oferecer uma prova de um produto ou fazer um desconto especial são meios de conquistar o coração de quem está ali, interessado no seu produto. Faça com que as pessoas se sintam bem recebidas e à vontade em sua barraca, pois isso conta muitos pontos a favor.

Invista na divulgação

Além de tudo, é essencial caprichar na divulgação. Afinal, a intenção é que os compradores saibam que a sua barraca está na feira e repleta de boas opções. Um dos jeitos de apostar nesse sentido, como dito, é cuidar do visual. Uma lona com cor diferenciada dos concorrentes atrai os olhares — e o resto é com o atendimento.

Também é interessante fazer promoções e procurar atrair quem passa em frente ao seu ponto de vendas. Não fique quieto ou parado em um canto, pois a feira não funciona dessa forma.

Você pode, ainda, apostar nas redes sociais. Divulgar produtos, preços e horários em uma página no Facebook ou no Instagram, por exemplo, é um jeito de aumentar o alcance da sua marca e gerar novas oportunidades.

Como obter as licenças necessárias

licença para trabalhar na feira serve para garantir a padronização e a regularização da atuação. Graças a esses documentos, há total segurança nas vendas e uma competição saudável.

Para quem pretende começar agora no ramo, é essencial saber como vencer a burocracia. A seguir, veja quais são os passos necessários para conseguir as licenças exigidas.

Planeje a sua atuação

Antes mesmo de obter a licença, é importante já ter o seu negócio em mente. Essa é uma das dicas de empreendedorismo mais relevantes, já que o planejamento é essencial, inclusive, para o sucesso.

Quanto à obtenção de licenças, será preciso informar dados como tipo de produto vendido, tamanho da barra e assim por diante. Ao estabelecer tudo previamente, o preenchimento do formulário fica simplificado.

Procure a prefeitura da sua cidade

Cada município tem suas próprias regras sobre a concessão de licenças para feirantes. Então, o recomendado é seguir para a prefeitura e solicitar as orientações necessárias.

No órgão público, você receberá informações como os documentos que devem ser apresentados, os formulários para preencher e quais critérios precisam ser obedecidos. Aproveite esse momento para esclarecer todas as dúvidas. Assim, o processo fluirá de maneira otimizada.

Envie os documentos conforme o solicitado

Após entender o que deve ser enviado, reúna toda a documentação necessária. Em geral, é preciso apresentar documentos de identificação, como RG e CPF, comprovante de residência e autorização para atuação em feiras livres. Novamente, esse elemento é encontrado em um órgão público que é indicado pela própria prefeitura.

Para completar, anexe o requerimento simples. Em geral, há uma cópia disponível para uso, a qual deve ser preenchida de forma completa e sem rasuras.

Verifique a necessidade de laudo da ANVISA

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) é o órgão regulador para diversas atividades, como de saúde e alimentação. No caso de ser um feirante de alimentos, verifique se é necessário obter a autorização após a inspeção da ANVISA.

Em geral, os feirantes que vendem laticínios, pescados, aves e preparações feitas na hora, entre outros, devem receber a chancela do órgão. Novamente, é algo que varia para cada prefeitura, então verifique se será necessário agendar uma vistoria do tipo.

Faça o pagamento e aguarde o prazo

Por fim, basta realizar o pagamento da taxa de solicitação e de atuação como feirante, no caso da aprovação. Comumente, esses valores têm que ser renovados dentro de certo período, como a cada ano.

Na maioria das vezes, a resposta não é automática. Portanto, o negócio só deve começar a acontecer após a obtenção do documento. O número de solicitações influencia o tempo de resposta, que pode demorar até 90 dias. Então, antecipe-se para ter a aprovação da licença.

Caso você não receba o “sim” esperado, fique atento aos motivos apresentados pelo órgão. Em geral, basta corrigir os problemas, como na documentação, para reverter o quadro. Já se for aceito, é só dar início à sua atividade para colher os primeiros resultados.

Como as barracas influenciam no sucesso do feirante

A barraca é um dos componentes mais importantes para a sua atuação como feirante. Ela funciona, ao mesmo tempo, como a vitrine e o interior da loja. Portanto, a sua escolha tem grande influência na conquista dos bons resultados que você busca.

Uma das dicas de empreendedorismo, como visto, é a seleção adequada da estrutura e da lona. Depois de passar por essas etapas, veja como as barracas influenciam a conquista dos resultados.

Aumento da atratividade para os clientes

Quanto mais gente é atraída para a sua barraca, melhores são as possibilidades de realizar novas vendas. Além disso, a elevação do alcance e de divulgação da atuação são aspectos essenciais para quem deseja se consolidar como um feirante de sucesso.

A barraca correta é capaz de gerar exatamente isso. Por meio da apresentação dos produtos, por exemplo, é mais fácil chamar a atenção de quem passa. O cuidado com a disposição dos elementos e a facilidade de atendimento gerada pela configuração são outros aspectos que servem para convencer os consumidores e dar origem a mais vendas.

Fortalecimento da segurança para os produtos

Tão importante quanto ter bons produtos para vender é garantir a integridade deles até a venda. Uma das dicas de empreendedorismo é, justamente, cuidar para ter consistência nas vendas e para que as ofertas sempre estejam dentro do esperado.

Sem a barraca, os itens à venda ficam expostos a condições variadas, como incidência solar e chuva. Com a estrutura, por outro lado, há o uso da lona correta, o que ajuda a deixar os produtos protegidos. Quando os clientes vão fazer as compras, o resultado é a total qualidade e proteção do que está em exposição.

Garantia de uma experiência positiva

Imagine que um cliente está em uma barraca de feira e, de repente, começa a chover. O indivíduo deseja poder se abrigar e conta com o fato de que o local proporcionará isso a ele. O problema é que a escolha da lona foi incorreta e o comprador sofre com goteiras e vazamentos. No final, a experiência se torna muito negativa.

Então, fazer boas escolhas é essencial para que as pessoas tenham uma boa percepção. Além de garantir a proteção de certas condições, a barraca também ajuda a obter eficiência no atendimento, conforto durante a espera (que aumenta a chance de realizar mais uma venda) e facilidade de fazer o pedido. Ao final, tudo isso contribui para que a percepção seja melhor.

Fidelização do público

Quando os indivíduos têm uma experiência adequada, aumentam as chances de eles ficarem satisfeitos. Nesse cenário, ocorre um reforço no nível de fidelização e de retorno em outras oportunidades. A seleção da estrutura correta, portanto, é determinante para gerar aproximação do relacionamento e um comportamento de compras constantes.

Em geral, uma das maiores dicas de empreendedorismo é, justamente, aumentar a fidelidade. Desse jeito, é possível reforçar a marca e gastar menos, pois as pessoas já conhecem os produtos. Além de tudo, os indivíduos satisfeitos tendem a fazer indicações para outros compradores, o que permite ampliar a base de consumo.

Obtenção de competitividade

Em uma feira, é preciso lidar com os concorrentes ao longo de toda a extensão dela. Sem o destaque adequado, a sua atuação não consegue chegar aos resultados desejados. Por outro lado, a estrutura escolhida faz a diferença para conquistar um desempenho melhor.

A união entre boa experiência, satisfação, fidelização e apresentação única leva à consolidação de uma performance otimizada. Diante da competitividade, a sua atividade se torna ainda mais interessante e capaz de atingir as metas desejadas para cada realização.

Além de tudo, a barraca correta impacta os clientes de um jeito adequado e reforça a marca e a comunicação. Isso garante um desempenho superior e de destaque em relação aos demais que vendem no local.

Para quem deseja ser um feirante de sucesso e começar a atividade com o pé direito, essas dicas de empreendedorismo são indispensáveis. Ao colocá-las em prática, você terá uma atuação diferenciada, robusta e capaz de gerar os melhores resultados.

Para não perder nenhuma novidade sobre o tema, assine a nossa newsletter e receba os conteúdos em seu e-mail!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *