Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Peixes

Conheça os 5 melhores tanques para criação de organismos aquáticos

melhores tanques para criação de organismos aquáticos

Para ter sucesso na criação de peixes, é essencial dispor da estrutura adequada. Isso garante, dentre outros fatores, a segurança na produção, o atendimento às exigências legais e a conquista de produtividade e lucratividade. Nesse sentido, conhecer os melhores tanques para criação de organismos aquáticos é indispensável.

De acordo com Marcelo Castagnolli, da Sansuy, o tanque é o “local onde organismos aquáticos são alojados para se desenvolverem”. Portanto, a seleção do mercado ideal, mais apropriado à necessidade do seu projeto, agregará diversos impactos positivos e desejados.

Quer conhecer as melhores alternativas e descobrir qual é a adequada para você? Então continue a leitura!

As vantagens do uso dos melhores tanques para criação de organismos aquáticos

Ao falar em criação de organismos aquáticos, Castagnolli pontua que os tanques não são as únicas possibilidades. “Podemos elencar lagos, represas rurais, reservatórios destinados à produção de energia elétrica, viveiros naturais escavados, viveiros escavados revestidos com geomembrana e até aquários”, explica.

Os tanques, entretanto, se destacam por causa das diversas vantagens. Para descobrir os impactos dessa escolha, veja a seguir quais são os principais benefícios dessas estruturas.

Dispensa a escavação

Como o tanque já conta com a infraestrutura completa, a instalação é menos complexa. Sem a necessidade de realizar a escavação, há um tempo menor entre a aquisição e o início da operação.

Além disso, é um jeito de reduzir os custos — tanto no início quanto na manutenção, bem como reduzir o impacto ambiental, pois proporcionam o alojamento em alta densidade e manejo alimentar intensivo, o que reduz a área necessária.

Aumenta o controle contra predadores

Uma pesquisa realizada pela Universidade do Estado a Bahia avaliou a predação de um tipo de inseto sobre as larvas de tilápia. Os resultados mostraram mortandades de até 76% dos animais alojados em um viveiro no período de 30 dias, em decorrência da predação.

Com o uso de tanques, por outro lado, há maior controle. É possível evitar o contato de animais silvestres e de predadores mesmo com alguns milímetros de comprimento. Como resultado, maior eficiência e produtividade serão observadas em sua unidade de produção.

Praticidade na limpeza e desinfecção

Para garantir a segurança, é preciso evitar infecções e micro-organismos maléficos na área de criação dos organismos aquáticos. Como solução, muitos criadores utilizam antibióticos.

No entanto, o uso indiscriminado desse medicamento causa efeitos negativos. De acordo com uma tese de doutorado do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) da Universidade Federal de São Paulo, o uso excessivo pode até causar contaminação no ambiente e forçar o aparecimento de cepas de bactérias resistentes. Algumas, inclusive, são prejudiciais ao homem, o que pode potencializar o surgimento de doenças de difícil controle.

Com os tanques, por outro lado, é muito mais fácil fazer a limpeza do que em viveiros escavados. Assim, há maior garantia quanto à segurança e facilidade de manutenção.

Elevação nos resultados

Os efeitos combinados fazem com que os melhores tanques apropriadamente selecionados para a criação de organismos aquáticos aumentem e fortaleçam o desempenho zootécnico dos animais alojados. Com menos contaminação e manutenção facilitada, é possível atingir os números esperados. Também há uma diminuição da predação e máximo controle.

Para completar, o uso desses recursos favorece a adoção de elementos de automação. A alimentação fica mais efetiva e produtiva. Ao final, a criação se torna robusta.

Tipos de tanques e sistemas para criação de peixes

Os tanques são compostos por diversos materiais. Durante muito tempo, os viveiros naturais, com o fundo e as laterais de terra, foram os mais utilizados. No entanto, para quem procura mais segurança, o ideal é adotar unidades de produção fabricadas com  materiais tecnológicos. Os de termoplástico ou com redes de alta resistência geram resultados muito melhores.

Ainda é possível recorrer à criação em viveiros escavados com impermeabilização e garantidos pela aplicação de uma geomembrana, como a vinimanta®. Isso garante a proteção e a estanqueidade da água.

As unidades de produção de organismos aquáticos também podem ser classificadas de acordo com a capacidade de manutenção da qualidade da água. Entre os sistemas mais usados, estão:

  • sistema aberto: nele, a água é utilizada uma única vez. O efluente é descartado ou utilizado na irrigação de vegetais que são cultivados enraizados no solo.
  • RAS: com o uso de filtros, o líquido tem as impurezas tratadas e, após a etapa, retorna para o tanque.
  • RAS + aquaponia: são sistemas de recirculação. O descarte de líquido passa por filtros e é direcionado para uma área de aquaponia — ou seja, plantações sem a necessidade de solo. Depois, a água retorna.
  • BFT: sistemas de produção nos quais os resíduos metabólitos, restos de ração e fezes são tratados no próprio tanque de produção de organismos aquáticos. Nesse caso, uma infinidade de microrganismos, como bactérias, algas, protozoários, fungos, dentre outros, se alimentam ou metabolizam  o material orgânico presente no meio, atuando na redução da toxidez dos compostos e recuperando a qualidade da água.

As características dos tanques

A Sansuy é especialista em produzir tanques com qualidades especiais e que se destacam. A seguir, conheça as principais características dos melhores tanques para a criação de organismos aquáticos.

  1. vinitank®: é um reservatório circular, com estrutura em perfis tubulares de aço-carbono galvanizados a fogo. Ele é vendido em diferentes alturas, diâmetros e capacidades, permitindo que o tanque se adeque às necessidades de cada negócio.
  2. vinitank®: outra versão do primeiro, seus perfis tubulares são feitos com um termoplástico especial e em formato cilíndrico. Une tecnologia, praticidade e segurança.
  3. vinitank® xp: esse modelo é um reservatório circular, com estrutura em tela de fios de arame de aço-carbono soldados e galvanizados a fogo. Ele também apresenta diversas opções de personalização para os clientes.
  4. vinitank® rt: pode ser encontrado no formato retangular, octogonal ou quadrado, com estrutura em perfis tubulares de aço-carbono galvanizados a fogo. Assim como os demais, esse tanque também pode ser configurado conforme as necessidades do projeto bem como adequados à necessidade do cliente.
  5. vinitank® rtr: semelhante ao modelo anterior é fornecido com estrutura reforçada. Também tem dimensão retangular ou quadrada.

De acordo com Castagnolli, as características específicas de cada um dos modelos aumenta a preferência pelos tanques. “Por ser uma opção mais eficiente, os tanques artificiais têm sido a melhor escolha para começar um projeto de aquicultura. Eles são projetados e criados com materiais e sistemas que proporcionam melhores condições ambientais, dentro e fora da fazenda e ao longo de todo o ciclo de produção”, explica.

melhores tanques para criação de organismos aquáticos
Clique e conheça o Vinitank da Sansuy!

O processo de instalação dos tanques

Os tanques são muito mais fáceis de serem instalados do que realiza escavações para viveiros naturais, por exemplo. No entanto, é preciso conhecer o processo para se preparar e tomar uma boa decisão.

A princípio, tudo começa com a seleção da alternativa ideal entre os melhores tanques para criação de organismos aquáticos. “A escolha de um tanque para seu projeto deve considerar o espaço disponível no local, a disponibilidade da água, o método de produção, a cor interna, o objetivo de uso e a capacidade necessária para atender as demandas do seu negócio”, ensina Castagnolli.

A montagem parte da seleção do ponto onde o tanque será instalado. É necessário nivelar o terreno para impedir a distribuição incorreta de pressão, por exemplo. No caso do uso de vinitank®, é fundamental realizar a escavação de uma pequena valeta para o dispositivo de escoamento e drenagem. Logo em seguida, ocorre a instalação da tubulação e o posicionamento do bolsão de vinilona®.

As etapas seguintes incluem a montagem dos perfis tubulares de aço ou de termoplástico, ou da tela metálica para iniciar a montagem do tanque. Depois do posicionamento dos elementos principais, deve-se conectar a luva que segue soldada no bolsão de vinilona® à tubulação do sistema de escoamento com o uso de anel de borracha e pasta lubrificante, operação que assegura estanqueidade ao conjunto evitando dores de cabeça decorrentes de vazamentos de água.

Antes de preencher o tanque, basta realizar uma inspeção de segurança de todos os itens componentes do tanque e nivelar a borda do bolsão de vinilona® com os fios da tela e prendê-lo à estrutura. Isso é feito com o auxílio dos ganchos plásticos e cordões elásticos que se encontram na embalagem do vinitank®. No final, é só enchê-lo com água.

Para que tudo seja simples e eficiente, os melhores tanques para criação de organismos aquáticos estão na Sansuy. Ao escolher o tamanho, o modelo e o volume ideal para o seu empreendimento, há o máximo aproveitamento das vantagens dessas estruturas.

Depois de conhecer os melhores tanques para criação de organismos aquáticos e suas características, não deixe de contar com materiais adequados, que facilitem a manutenção e que atendam às suas expectativas.

Com muita experiência e qualidade, a Sansuy oferece tanques para todas as necessidades. Entre em contato e descubra como podemos ajudá-lo a escolher a melhor alternativa!