Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Peixes

Como Trabalhar Com Piscicultura

O Brasil é um dos países que mais consomem peixe no mundo, o que se deve ao seu enorme território litorâneo. Esta característica se torna favorável para o desenvolvimento da piscicultura, ou seja, criação de peixe para comércio, uma atividade promissora.

A piscicultura compreende a criação de peixe, de frutos do mar e plantas aquáticas, o que permite ao criador trabalhar ter mais lucros.

A piscicultura tem um grande potencial de rendimento, mas para ser um empresário de sucesso precisa conhecer bem esta atividade, estrutura mais adequada a ser montada para fazer a manutenção dos peixes e formas de prepara-los para o consumo. Para te ajudar a ingressar nesta atividade vamos mostrar dicas de como trabalhar com a piscicultura.

Dicas Para Trabalhar no Setor

Você quer montar um criadouro para piscicultura? Para que a sua atividade seja bem sucedida é preciso construir a estrutura adequada. É necessário escolher os filhotes de peixe e o tipo de tratamento que deve ser praticado. Saiba abaixo como trabalhar com piscicultura:

1- Escolha do Local

Para trabalhar com a piscicultura você deve escolher o local adequado para desenvolver a atividade. Este trabalho pode ser feito em vários lugares como no mar, lagos, represas, lagos artificiais, tanques comuns, tanques de redes, barragens ou viveiros.

Para quem está ingressando no ramo da piscicultura, as duas principais alternativas para trabalhar são a construção de um lago artificial, que permitem um controle maior do tratamento dos peixes e uma produtividade com bons rendimentos.

2- Monte a Estrutura

Após escolher o local apropriado para trabalhar você deve montar a estrutura, que é semelhante tanto para a criação em viveiro quanto em lago artificial. Contrate os serviços de uma retroescavadeira para construção do lago.

Para otimizar a criação controlada dos peixes é necessário construir barragens dentro do lago. Eles irão separar os animais por categorias e tempo de vida, fazendo com que o acompanhamento seja mais preciso.

3- Selecione as Mudas de Peixes

Para adquirir as mudas de peixes você deve recorrer aos criadouros que vendem para a criação controlada, pois dessa forma os peixes estão mais preparados para sobreviver em ambientes delimitados. Para começar uma produção pequena, adquira 30 mudas de pelo menos três espécies.

4- Alimentação Na Piscicultura

A alimentação para os peixes tem que ser feita de 3 a 5 vezes por dia. É preciso dar ração específica, sendo que os filhotes recebem uma ração para acelerar o crescimento. Os seres vivos como os crustáceos, que nascem no lago, também servem para alimentar os peixes.

5- Reprodução dos Peixes

Para promover a reprodução dos peixes é necessário separar os casais de cada espécie. Eles devem ser colocados em uma área isolada do lago artificial, dentro de caixas de água ou tanques com mil litros de água, deixando-os juntos entre 15 e 30 dias. As ovas precisam ser separadas em outro tanque até um mês de vida, depois podem ser dispostos no lago principal.

Se você quer saber mais, conheça nosso site e confira nossos produtos de transporte e tratamento de águas.

 

fonte: SEBRAE