Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Barraca

Barraca de alimentos: saiba como manter a qualidade dos produtos!

Barracas de alimentos

Comercializar produtos em barracas de alimentos demanda uma série de procedimentos corretos e autorizados, de modo a evitar riscos ao bem-estar do consumidor e garantir produtos seguros.

Embora tenham esse importante papel, a maior parte do comércio ambulante não costuma contar com um sistema de infraestrutura que garanta a adequada condição higiênico-sanitária. Com isso, os alimentos são expostos a situações de risco em todas as fases de manipulação, algo que facilita a veiculação de doenças e demais situações prejudiciais à saúde do consumidor.

Para que você entenda melhor a importância de ter cuidados especiais na barraca de alimentos, levantamos algumas informações essenciais, bem como dicas para a conservação dos produtos e venda ao consumidor. Acompanhe!

Quais problemas estão relacionados à falta de higiene e manipulação inadequada?

Melhorar as práticas nos procedimentos de higiene e manipulação em relação à barraca de alimentos é, sem dúvida, uma das grandes preocupações dos órgãos fiscalizadores e dos próprios feirantes.

Alimentos expostos sem qualquer proteção e por muito tempo em temperatura ambiente apresentam um grande risco de contaminação por bactérias e outros micro-organismos causadores de intoxicação alimentar.

Além disso, frutas, verduras e legumes, quando expostos a altas temperaturas, acabam perdendo suas propriedades nutricionais. Inclusive, o processo de degradação desses produtos nessa situação ocorre muito mais rápido comparado ao que ocorreria se estivessem protegidos em uma barraca com lona adequada à exposição.

Por fim, a escolha do fornecedor adequado também é de suma importância para manter a qualidade dos produtos. É fundamental que o comerciante escolha um fornecedor confiável, como explicaremos melhor a seguir.

Como alcançar uma maior qualidade na conservação e venda ao consumidor?

A falta de condições sanitárias e de qualidade, bem como a autorização para a manipulação de alimentos, levam muitos comerciantes ambulantes a serem autuados pela Vigilância Sanitária e até mesmo a interromper suas atividades em barraca de alimentos.

É fundamental que vendedores ambulantes desse setor conheçam as normas de higiene e condicionamentos dos alimentos, assim como as condições sanitárias adequadas para a comercialização e manipulação desses produtos.

Mas de que maneira alcançar uma maior qualidade na conservação e venda ao consumidor? Vejamos algumas dicas importantes para esse processo.

Selecione os melhores fornecedores

Como comentamos, selecionar bons fornecedores é de suma importância para garantir produtos sempre frescos e de boa qualidade. Trata-se de um processo que demanda conhecimento sobre o tipo de produto oferecido pelo feirante e as práticas utilizadas do ramo.

Nesse sentido, é fundamental trabalhar com pessoas que zelam pela qualidade, quantidade e prazo de entrega. O fornecedor mais adequado para atender a essas necessidades é aquele que tem conhecimento sobre as normas exigidas no processo de comercialização e fabricação.

Além disso, ele deve ter a capacidade de produzir a quantidade necessária para manter os preços competitivos dentro do mercado.

Não se pode pensar em selecionar fornecedores sem estabelecer algumas etapas. Vejamos algumas especificações para a escolha de um bom fornecedor:

  • ter a habilidade técnica para produzir e fornecer o produto conforme solicitado;
  • capacidade para atender às exigências com o mínimo possível de inconformidades;
  • ser confiável, de boa reputação e com bons referenciais;
  • estar localizado próximo ao comprador ou, pelo menos, manter estoques suficientes para atender à demanda solicitada;
  • deve ter preços competitivos, sem, necessariamente, ser o mais baixo do mercado.

Por meio dessa seleção, é possível comprovar a qualidade e a capacidade produtiva dos itens e atender à demanda na barraca de alimentos.

Não expor os alimentos ao sol

Os consumidores estão sempre atentos à procedência dos produtos comercializados. Muitos vendedores não se preocupam em condicioná-los adequadamente até o momento da exposição, e esse fato pode ocasionar infecção ou intoxicação alimentar a quem ingeri-los.

É necessário se preocupar em armazenar os alimentos em um lugar com proteção ao sol, em condições higiênicas apropriadas e verificar regularmente se o produto está vencido ou contaminado.

Muitos alimentos ficam expostos o dia todo no sol, vento, chuva e acabam estragando. Sanduíche natural, milho verde e frutas são alimentos com maior facilidade de se deteriorar e por isso precisam de todo cuidado quanto à exposição ao calor ou umidade.

Tenha boas práticas de higiene

Boas práticas de higiene devem ser obedecidas desde a escolha dos fornecedores até o preparo e comercialização ao consumidor. Além disso, um bom estado de conservação das instalações é fundamental para minimizar os riscos de contaminações físicas.

Muitos feirantes costumam esquecer como a qualidade do produto está associada às instalações adequadas da barraca de alimentos, e de que forma esses dois fatores estão relacionados ao sucesso nas vendas.

Quando o comerciante deixa em segundo plano a escolha de um material de qualidade, que atenda à proteção adequada dos produtos comercializados na sua barraca, coloca em risco todos os produtos do seu comércio e deixa de vender para muitos consumidores.

Por isso, manter boas práticas de higiene se torna tão importante, uma vez que atesta a preocupação do feirante em relação aos seus consumidores e aos produtos que estão sendo comercializados.

Escolha com cuidado o local da barraca

Para muitos feirantes, a preocupação está em torno da escolha do melhor local para a colocação da barraca de alimentos. É importante atentar-se para a relação entre o local da barraca e a exposição dos produtos, já que muitos locais são impróprios para a comercialização, e a escolha deve seguir certos requisitos de segurança alimentar.

Pensar bem na organização e estruturação da barraca de alimentos mantêm a qualidade dos produtos e evita a perda de consumidores.

Além disso, não esqueça de escolher uma boa empresa fornecedora e fique atento aos materiais utilizados em sua barraca, sobretudo àqueles que protegerão os produtos do sol e chuva. Por fim, mantenha boas práticas de higiene. Com esses cuidados, você garante alimentos sempre frescos e de qualidade para o cliente!

Agora você sabe como manter a qualidade dos produtos em sua barraca de alimentos e viu que a lona é um dos itens de grande ajuda nessa missão. Complemente sua leitura com nosso artigo sobre lona para cobertura, e saiba escolher a melhor para a sua barraca!

 

Powered by Rock Convert