Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Peixes

7 respostas sobre criação de panga!

criação de panga

Você sabia que o peixe panga é uma das espécies com maior facilidade na produção e maior rentabilidade no mercado? Se o seu objetivo é aumentar a sua criação de peixe com qualidade e vender mais, você precisa investir na criação de panga.

O peixe-panga é conhecido popularmente como peixe-gato pois  é um bagre. Esse peixe pertence ao gênero Pangasianodon, da família Pangasiidae, da ordem dos Siluriformes.

O panga tem se apresentado como uma boa opção para piscicultores e, até mesmo, para o consumidor final, porque ele rende até 50% de filés. Além disso, esse peixe já tem mercado garantido, já que, só no Brasil, são importadas, em média, 70 mil toneladas por ano, e a União Europeia chega a importar cerca de 180 mil toneladas.

Se você ficou curioso e quer saber mais sobre a criação de panga, neste post, vamos dar todas as respostas para acabar com as suas dúvidas e ajudá-lo a investir no cultivo do panga. Vamos lá!

1. Qual a origem do panga?

panga é de origem vietnamita e é cultivado há mais de mil anos  ao longo do rio Mekong, um dos maiores do mundo, localizado no sudeste asiático. O Vietnã é o maior exportador do mundo, responsável por 85% da oferta de peixe-panga.

A bacia do Mekong está entre as três mais ricas do mundo em biodiversidade, perdendo apenas para o rio Amazonas, no Brasil. Mais de 1.200 espécies de peixes já foram descobertas lá, além de uma grande quantidade de outros animais e vegetais que habitam o rio.

2. Quais as características do panga?

O panga é um peixe de couro, ou seja, não tem escamas. É um peixe de água doce e também é omnívoro — isso significa que ele come praticamente de tudo: algas, plantas, zooplâncton, insetos, crustáceos e peixes. Em casos de rações, ele aceita opções com cerca de 28 á 32% de proteína bruta, dependendo do manejo alimentar adotado na unidade de produção.

alimentação do peixe é decisiva para o seu bom desenvolvimento. Um panga adulto pode atingir até 3 kg, em cativeiro e até 1,30 metro de comprimento e 44 kg na natureza. Entretanto, geralmente, o abate desse peixe em cativeiro é realizado quando ele atinge 1,25 kg.

3. Como é feito o cultivo do panga no Vietnã?

O cultivo do panga no Vietnã é feito em tanques artificiais, com a própria água do rio Mekong. A água é tratada e controlada para garantir um padrão de qualidade internacional.

Ainda que existam várias espécies de peixes da família Pangasiidae, divididas em quatro gêneros e 29 espécies,, apenas duas são cultivadas no rio Mekong, a Pangasius bocourti e Pangasionodon hypophthalmus. Sendo que a segunda é destinada para a exportação.

4. Como funciona a produção no Brasil?

A criação de panga ainda é uma novidade no Brasil. Os primeiros criatórios surgiram na cidade de Mococa, interior de São Paulo. Por enquanto, o estado é o único regulamentado para tal.

No entanto, outros estados, como o Rio Grande do Norte, Maranhão, Piauí e Ceará, já apresentam interesse no cultivo desse peixe. Além disso, universidades estudam qual o tipo de manejo ideal, os cuidados com o crescimento e em quais regiões do país o panga tem melhores condições de se desenvolver.

5. Como é feito o cultivo do panga no Brasil?

O panga apresentou grande adaptação e bom desenvolvimento no Brasil. A sua produção tem alcançado, em média, 25 toneladas por hectare de pescado.

A criação de panga pode ser feita em  em viveiros naturais escavados, tanques de alvenaria, concreto, argamassa armada e tanques de lona suspensos. Para a criação em viveiros escavados, já foram realizados o alojamento de até 17 peixes por m².

Uma observação no cultivo em viveiros naturais escavados tem relação com a qualidade da água, já que isso influencia na qualidade da carne do peixe.

6. Qual o custo para sua criação?

Os custos para criação de panga são relativamente baixos comparados com a de outros peixes. As despesas com a mão de obra representam em torno de 5% dos investimentos da produção do peixe.

O preço do alevino também é baixo, varia entre R$ 0,60 a R$ 1,20 por unidade. Já o valor de venda do panga varia de R$ 5 a R$ 12 por quilo do peixe. O custo-benefício da criação de panga vale muito, pois cada quilo de peixe rende ao menos 400 gramas de filé

7. Como consumir o panga?

O consumo do panga é versátil, já que esse peixe permite vários tipos de preparo: grelhado, frito, assado e ensopado. Com uma textura firme, sabor suave e ausência de espinhas, muitos brasileiros gostam desse peixe.

Apesar de, há alguns anos, terem sido levantadas suspeitas sobre a segurança de se consumir o panga, houve uma série de análises realizadas pelo Ministério da Agricultura do Brasil, com o objetivo de confirmar a qualidade do produto. Nenhum problema foi encontrado,a importação  e o consumo foi então liberado.

Assim, sabendo das facilidades da produção de panga e que esse peixe tem apresentado grande aceitação e rentabilidade, com um mercado consumidor interno que importa em torno de 70 mil toneladas por ano, podemos esperar um crescimento na produção de panga no Brasil.

Se você gostou dessa proposta e está pensando em investir na criação de panga, lembre-se de que é muito importante conhecer bem a espécie e os melhores produtos para utilizar na sua criação. Isso vai influenciar no desenvolvimento da sua produção e na qualidade final do seu produto.

Pesquise bastante sobre as características do panga e como é o seu desenvolvimento na sua região. É importante ter conhecimentos, como: manutenção da qualidade da água nos viveiros de produção, produtos utilizados na criação, onde encontrá-los, alimentação do peixe, resistência a doenças e parasitas comuns do local e tudo que puder encontrar.

Depois de saber os benefícios que a criação de panga pode trazer para o crescimento do seu negócio, vai ficar de fora dessa tendência? Para saber mais sobre criação de panga e outras curiosidades em relação à piscicultura, continue a visita ao nosso blog, leia agora mesmo o texto “Guia das melhores espécies de peixes para a piscicultura brasileira” e torne-se um especialista no assunto!

 

Powered by Rock Convert
2 comments

Comments are closed.