Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Mercado

10 países do mundo que mais exportam pescado

10 países do mundo que mais exportam pescado

Produtores que exportam seus pescados dependem de vários fatores para que o negócio dê certo, entre eles, a qualidade da mercadoria.

Um produto bom, que está em alta, ou nunca sai de moda, será a locomotiva do negócio e dará perspectiva para que o investidor injete suas apostas nele.

Uma boa opção é o mercado de alimentos. As pessoas necessitam de nutrientes e precisam saciar sua vontade de comer. Pensando por esse lado, o pescado se configura como uma alternativa que não tem sua venda diminuída por qualquer motivo.

Para atingir uma boa qualidade na produção, o pequeno produtor precisa investir em equipamentos de qualidade. Compre hoje mesmo na Loja Sansuy  clicando aqui.

Além de garantir vários benefícios ao organismo, o peixe tem parecido com destaque nos negócios. Sua produção global está maior do que a população mundial (só em 2012, foram produzidas 90 milhões de toleradas de aquicultura).

Vinitank da Sansuy
Clique e conheça o Vinitank da Sansuy!

Infelizmente o Brasil não está no ranking dos maiores exportadores do mundo, mesmo com um ambiente propício a criação. No ano de 2014, a exportação movimentou US$ 140 bilhões. Apenas US$ 246,1 milhões foi de responsabilidade brasileira.

Muito pouco se considerada a vantagem de ser o país com maior reserva de água doce do mundo com temperatura pronta para a produção.

Países que mais exportam

1º lugar – Noruega

Exportando 1.959.181 toneladas, a Noruega lidera o mercado.

A maior parte dos peixes dessa região vai para a União Europeia. Os peixes são frescos, qualidade marcante do país

2º lugar – Rússia

As águas costeiras e territoriais da Rússia contribuem significativamente para que ela se caracterize como o segundo maior exportador de pescados do mundo (1.197.886 toneladas no total de exportações).

3º lugar – China

A China possui mais de 14 milhões de pescadores e exportações totais de 1.099.391.

Os pescados vão, principalmente, para os Estados Unidos, Japão e Hong Kong.

O forte do país é o peixe congelado.

4º lugar – Estados Unidos

Possui os maiores pesqueiros do mundo. Suas exportações totais são de 740.990 toneladas.

5º lugar – Holanda

Possui uma indústria de pesca forte (623.034 toneladas em exportações totais) que ajudou a movimentar a economia da nação. Os peixes congelados cavala e arenque são suas exportações mais preciosas.

6º lugar – Maldivas

Mesmo com a ameaça do aquecimento global, as Ilhas configuram-se como a sexta maior exportação de peixes do mundo. Seu total é de 614.243 em uma abundância de recursos.

7º lugar – Taiwan

Exporta um total de 603.557 toneladas, sendo a maior parte dela de peixes congelados.

É uma nação cercada por mares, banhada pelo Pacífico ao leste.

8º lugar – Espanha

O forte da Espanha está em peixes como a sardinha, o atum, o bacalhau e a cavala. São 552.092 toneladas por exportações totais.

Já alcançou a quarta maior frota de pesca com mais de 100.000 empregados.

9º lugar – Japão

O país tem duas grandes empresas de pesca: Nippon Suisan Kaisha e Maruha Nichiro.

Exportam um total de 388.357 toneladas e têm o costume de caçar baleias.

10º lugar – Dinamarca

A renda do país com a pesca é baixa, apesar de ser um dos que mais exportam.

Contribui com 0.5% da economia e exporta um total de 371.517 toneladas.

Esta classificação foi baseada em três tipos básicos de armazenamento de peixes: peixes frescos, peixes vivos, e peixes congelados.

Veja também como reduzir os custos de alimentação na aquicultura.